Fantástico

Espetáculo Para Mahal com o Coletivo Tombado

2 de maio de 2018

Adaptação Para Mahal terá intérprete de libras.

O Coletivo Tombado apresenta o espetáculo Para Mahal, um espetáculo teatral que mescla linguagens literária, cênica, musical e audiovisual, com projeções, captação e transmissão ao vivo. O enredo cruza as linhas da realidade e da imaginação, transformando toda e qualquer produção da mente em realidade de potência ilimitada. Isso acentua a linha tênue do que é sonhado e do que é vivido, entre o que é verdade, mentira ou ficção.Inspirado na obra Tu não te moves de ti, de Hilda Hilst.


As histórias do Espetáculo

A primeira sessão apresenta um bem sucedido executivo, Tadeu da Razão, que ocupa um cargo desejado por qualquer pessoa que segue a lógica do capital. Ao chegar aos 50 anos de vida passa a rever seus valores e a questionar a existência ao lado de Rute, sua esposa, que não compreende suas inquietações e sua insatisfação com a vida.

A peça relata a trajetória de Maria Matamoros, que vive em um lugar longínquo e pouco habitado. Ela é puro sentido: tato, visão, paladar e só assim conhece o que vê. No entanto, a vida cheia e plena muda com a chegada de um homem-anjo, nomeado por ela como “Meu”. Ao levar esse pequeno pedaço divino para casa ela se depara com o ciúme e o medo de perdê-lo. Maria experimenta uma relação amorosa cheia de desejos, de sensações e de sentimentos perigosos.

Por fim, Axelrod é o trem-território movente das especulações do Sr. Axelrod Silva, professor de história política, passageiro e sobrinho de Haiága. A história gira de cima abaixo revelando o ser humano em múltipla dimensão. Assim se revelam as camadas da sua psique, suas relações com o pai, com o divino, com os dogmas, com suas certezas demolidas.

Para Mahal
Local: Espaço Fantástico das Artes
Data: 4, 5 e 6 de maio | sexta e sábado às 21h e domingo às 19h
Ingressos:R$30 e R$15.

No domingo haverá intérprete de libras e distribuição de cortesias para as primeiras 20 pessoas com deficiência auditiva que chegarem.

Matéria adaptada de Eu amo Curitiba.

    Leave a comment